INFORMAÇÃO SOBRE TRATAMENTO DOS DADOS

Nos termos do artigo 10º da Lei n.º 67/98 de 26 de Outubro (Lei da Proteção dos Dados Pessoais, adiante designada por LPDP) a GIGP– EMPRESA DE TRABALHO TEMPORÁRIO E RECURSOS HUMANOS, LDA (adiante designada por GIGP) vem prestar informações relativas ao responsável de contacto, as finalidades, métodos, contexto de comunicação e divulgação relativos aos dados pessoais fornecidos neste formulário de registo.

Os dados pessoais serão tratados manualmente e via ferramentas eletrónicas e sistemas telemáticos por trabalhadores da GIGP especialmente afetos a esse tratamento de dados. O responsável pelo tratamento dos dados pessoais é a GIGP, representada pelo seu Diretor Geral Thomas Marra.

A recolha de dados reporta-se aos dados pessoais normalmente utilizados que serão objeto de tratamento pela GIGP nos termos desta informação.

A inclusão de dados pessoais sensíveis, tal como definidos no artº 7º da LPDP – dados referentes a convicções filosóficas ou políticas, filiação partidária ou sindical, fé religiosa, vida privada e origem racial ou étnica, bem como o tratamento de dados relativos à saúde e à vida sexual, incluindo os dados genéticos – será da responsabilidade do titular dos dados, e não será objeto de tratamento pela GIGP.

O tratamento dos dados pessoais destinam-se às seguintes finalidades:
1) participação em iniciativas/eventos;
2) recrutamento e seleção de pessoal:
a) para candidatura a vagas em clientes da GIGP para contratos a termo ou sem termo, através dos nossos serviços;
b) no contexto de implementação de políticas ativas de emprego ou co-working e/ou parcerias
com operadores do mercado públicos ou privados;
3) comunicações via e-mail, SMS ou outra via eletrónica relativas a atividades da GIGP, marketing, comunicações comerciais, estudos de mercado ou análise estatística.
NATUREZA DO FORNECIMENTO DE DADOS E CONSEQUÊNCIAS DA RECUSA.

O fornecimento de dados pessoais, ainda que opcionais, é necessário para a participação em certos eventos/iniciativas. Em caso de recusa desses dados poderá impedir que a GIGP possa realizar todas ou alguma das finalidades acima listadas.

O titular dos dados dá o seu consentimento do tratamento dos seus dados pessoais.
ÂMBITO DA COMUNICAÇÃO E DIVULGAÇÃO DOS DADOS.

Os dados pessoais serão comunicados a clientes ou potenciais clientes da GIGP para os fins previstos no ponto 2) da Informação Sobre Tratamento dos Dados supra, bem como a todas as empresas do Grupo GI para os fins previstos nos pontos 2) e 3) da Informação Sobre Tratamento dos Dados supra. Os dados pessoais podem também ser comunicados às empresas do Grupo GI para fins contabilísticos e administrativos. O titular dos dados dá o seu consentimento expresso para que os dados sejam transmitidos à empresas do grupo dentro e fora da EU.
Uma lista atualizada de todas a entidades autorizadas pelo responsável dos dados a ter acesso aos dados pessoais está patente em www.gigroup.pt

Informamos que nos termos do artº 11º da LNDP o titular dos dados tem direito de obter do responsável pelo tratamento, livremente e sem restrições, com periodicidade razoável e sem demoras ou custos excessivos: a) A confirmação de serem ou não tratados dados que lhe digam respeito, bem como informação sobre as finalidades desse tratamento, as categorias de dados sobre que incide e os destinatários ou categorias de destinatários a quem são comunicados os dados; b) A comunicação, sob forma inteligível, dos seus dados sujeitos a tratamento e de quaisquer informações disponíveis sobre a origem desses dados; c) O conhecimento da lógica subjacente ao tratamento automatizado dos dados que lhe digam respeito; d) A retificação, o apagamento ou o bloqueio dos dados cujo tratamento não cumpra o disposto na presente lei, nomeadamente devido ao carácter incompleto ou inexato desses dados; e) A notificação aos terceiros a quem os dados tenham sido comunicados de qualquer retificação, apagamento ou bloqueio efetuado, salvo se isso for comprovadamente impossível.

Os titulares dos dados podem ainda opor-se ao tratamento dos mesmos invocando motivo justificativo ou caso os dados sejam utilizados para publicidade, marketing direto ou para fins de tratamento diverso do constante da Informação Sobre Tratamento dos Dados supra.
CONSENTIMENTO.
Com a leitura da presente política de privacidade o titular dos dados fica ciente que o tratamento dos dados pessoais para execução de contrato ou contratos em que o mesmo seja parte ou de diligências prévias à formação de contrato, como é o caso do recrutamento e seleção, não carecem de consentimento expresso nos termos do artº 6º a) da LPDP.